Buscar
  • Fatos Fadas

A importância do Marketing de Conteúdo na sua editora

O marketing de conteúdo não é novidade no mundo digital. Há alguns anos as empresas vêm desenvolvendo conteúdo para criar vínculos com seus clientes, no entanto, com as alterações que a pandemia da Covid-19 criou na maneira de nos relacionarmos muitas empresas estão percebendo a importância deste tipo marketing para o seu negócio.


E não é por acaso. É verdade que o consumidor se relaciona hoje de maneira diferente com o produto ou serviço, isso vale para todo tipo de consumidor, inclusive os consumidores de livros, ou seja, os leitores. Uma prova de como o mercado do consumo de conteúdo tem modificado principalmente com a chegada das redes sociais interferindo diretamente no consumo dos produtos, foi o vencedor de profissional do ano do Prêmio PublishNews 2020.


Sabendo da importância do crescimento do consumo de conteúdo e da importância da criação de uma comunidade leitora única e direcionada, no artigo de hoje o Fatos e Contos de Fada vai dar três dicas importantes na hora de criar conteúdo.


1. Faça conteúdo relevante


Não adianta criar qualquer tipo de conteúdo e acreditar que vai dar certo. Você precisar direcionar seu conteúdo de maneira que seu público se identifique com a sua empresa, com seus valores e sua proposta.


Qualquer tipo de conteúdo não gera nenhuma identificação emocional ou sensação de pertencimento, assim seu leitor vai apenas ler o conteúdo sem se identificar com ele ou com a sua empresa.


Por isso crie conteúdos que conversem diretamente com o seu público alvo e que resolva suas dores, conteúdos que gerem engajamento e uma troca entre empresa e consumidor. Crie conteúdos que aproximem a empresa do leitor, falando diretamente com ele.


2. Conheça a sua persona


Não existe conexão entre as pessoas quando não existe um certo nível de conhecimento entre as mesmas. Para você conseguir se conectar com seu público alvo leitor (ou sua persona) é indispensável que você os conheça.


Sua empresa precisa saber as dores e os problemas do consumidor, o que eles esperam, quais são seus objetivos e se conectar de maneira efetiva com esses leitores.


Uma dica é a criação da persona que é uma figura semi-ficcional que espelha o consumidor da empresa, assim você saberá o que seu cliente quer saber e quais conteúdos são interessantes para ele.


3. Use e abuse das redes sociais, mas não foque apenas nelas


O uso das redes sociais é inegavelmente um dos maiores fatores de criação de conteúdo e relacionamento entre as pessoas do nosso tempo, porém é importante lembrar que sua empresa não pode estar presa a uma rede social e nem deve.


Você deve estabelecer uma base de contato com seu leitor e consumidor fora das redes sociais, pois um dia pode ser que as mesmas deixem de existir, ou até mesmo que surja outra em que você vai precisar criar todo o seu relacionamento novamente.


Use e-mails, revistas eletrônicas, encontros presenciais e virtuais para levar seu público a conseguir chegar até você independentemente das redes sociais. Diga sempre onde você pode ser encontrado e mantenha sempre seus canais de comunicação abertos, assim seu cliente fiel vai saber como falar com a sua empresa mesmo que ele não tenha Instagram ou Facebook.


E então gostou das nossas dicas? Já pratica algumas? Você tem dificuldade de gerar conteúdo digital? Entre em contato conosco e saiba mais sobre nossos serviços e pacotes!




4 visualizações0 comentário